Como seria sua vida se você fosse uma estante?

Alguns temas de postagens surgem em conversas informais.

Ao ouvir alguns questionamentos ou mesmo ao falar sobre o viver.

Numa dessas conversas, surgiu essa questão relacionando a vida com a (des)arrumação de uma estante. (Deixo aqui meu abraço para a querida amiga e Psicóloga Nelcimar Menezes).

Falávamos sobre o viver. Sobre viver. Sobre as imprecisões da vida. E fizemos um balanço desse ano de 2017.

Daí veio a ideia de realizar um encontro (o III Encontro sobre Viver) para falar sobre a estante da vida de cada um.

WhatsApp Image 2017-12-19 at 14.39.26

Como mostra a imagem acima, falamos sobre construção durante o encontro. Sobre nossas tentativas de juntar muitas peças em prol  de compreender as situações que vivenciamos cotidianamente. E nas diversas possibilidades que muitas vezes deixamos passar pelo simples fato de enxergarmos apenas uma saída, uma porta, uma única oportunidade.

Chegamos a conclusão de que, arrumar a estante é um passo secundário. Primeiramente, faz-se necessário vislumbrar tudo o que está presente ou faltando em nossa vida. Nos espaços vazios, nos livros amontoados, nas bugigangas empoeiradas, nas coisas que ocupam espaço e que já poderiam não estar mais ali.

O olhar deveria preceder a ação em muita coisa.

Mas como é desafiador pensar antes de agir, não é?

Enfim, o III Encontro sobre Viver falou sobre VIDA. Sobre o que deixamos, o que guardamos e/ou esquecemos e que, de certa forma, fazem sentido em nosso existir.

Deixo esse questionamento para você, querido leitor / querida leitora. Pense em sua vida, sobre o ano de 2017, sobre suas metas e planos para o ano que se aproxima. 

Como estaria sua vida se você fosse uma estante?

E lembre-se de que grande parte das mudanças que você quer em sua vida dependem de um primeiro passo, de uma arrumação, de uma organização mental.

Permita-se tentar, fazer e refazer.

Entenda que nem sempre as coisas que nos propomos a fazer dão certo ou são para a nossa felicidade. Mas, compreenda que a vida é assim… (i.m.)p.r.e.c.i.s.a! Que não há receita de bolo para fazer as coisas darem certo e que cada estante é única, diferente, especial.

WhatsApp Image 2017-12-19 at 14.39.29 (1)

 

 

Grande abraço,

Grazielle dos Santos Barbosa de Jesus

Psicóloga Cognitivo Comportamental – CRP 05/46825
Blog: http://sobreviver.blog

Facebook  @pensandosobreviver

Instagram: @psicologa.graziellejesus / @sobreoviver

Email: psi.graziellejesus@gmail.com

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s